O perigo pra um cristão é estar onde somente ele conhece os seus segredos…

Pensamos por alguma razão que nos conhecemos melhor do que ninguém, acreditamos que somos capazes de sermos imparciais na nossa observação que fazemos de nós mesmos. Infelizmente isso é tão verdade quanto o papai Noel ou a fada madrinha. O triste é saber que muitos Cristãos, até os que ocupam posições de liderança, se isolam da comunhão íntima do corpo de Cristo se privando de uma avaliação real sobre o verdadeiro estado de seu coração. Quando isso acontece tal líder fica a mercê da capacidade de seu coração de perceber coisas sem que o seu ego influencie sua perspectiva. Correr esse risco é algo que me enche de medo pois sei que vou sempre ser parcial na constatação de algum defeito de caráter que eu tenho e com certeza, vou criar uma realidade que justifique a minha falha.

Em Hebreus 3:12-13 “Cuidado, irmãos, para que nenhum de vocês tenha coração perverso e incrédulo, que se afaste do Deus vivo. Ao contrário, encorajam-se uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama “hoje”, de modo que nenhum de voces seja endurecido pelo engano do pecado,” O temos aqui é uma advertência progressiva: “cuidado…não tenham o … coração perverso- incrédulo- que se afaste do Deus vivo”. O que acontece é que se começa a brincar com o pecado, deixando de ser radical no tratamento dele mas cultivando-o em secreto, seja impaciência, gula, imoralidade sexual, mentira… Por causa do Espirito Santo de Deus minha consciência me acusa e sou deparado com duas opções ou me arrependo e confesso e apelo pro sangue de Cristo na cruz ou tento criar uma realidade que justifique o meu pecado e aquiete a voz que incomoda minha consciência. O que acontece é que avançamos da perversidade à incredulidade pois nos afastamos da clara instrução da palavra de Deus. “Não estou desejando so contemplando a beleza da criação” nós justificamos nossas falhas asim. E por último a falta de fé resulta no nosso afastamento de Deus porque uma vez que voce despreza a palavra sempre há maior separação de Deus. (Adpatado, Gospel Coalition)

O interessante é pensar que a recomendação do autor de Hebreus para se combater esses perigos é: “encorajam-se uns aos outros todos os dias” em outras palavras se ajudem! A única maneira dessa ajuda alcançar o seu potencial é se houver cumplicidade entre os irmãos, se houver liberdade dada um pro outro de observar, ouvir e falar o que precisa ser falado sobre as fraquezas e pecados observados. Quando nos privamos da oportunidade que temos de encorajamento pelo corpo de Cristo, se fechando e vivendo como se estivéssemos além do alcance do pecado, num nível superior onde nossa conversa é diretamente com Deus e não há dependência mutua e cumplicidade entre a gente e o corpo de Cristo nos colocamos no pior lugar pra se estar, onde só eu sei os meus segredos!

Que Deus ajude todos os crentes em Cristo a viverem assim, confessando seus pecados e segredos uns aos outros para que sejamos mutuamente encorajados a viermos a vontade de Deus em tudo. Que isso seja verdade principalmente para os líderes da nossa fé!

Que Deus abençoe sempre,

Pr Du.

Discipulado do Reino

Olá pessoal,

Em 2014 achei por bem trabalhar com a Liderança da CNA Church  o tema “Discipulado do Reino”. O que acredito é que se formos bons discípulos seremos bons líderes. Ser bom discípulo é ser participante da glória do nosso Senhor pelo ato de salvação e do sofrimento pelo carregar a cruz. Durante 2014 estarei postando nosso boletim da liderança que é enviada semanalmente para os líderes da CNA Church. Minha oração é que seja benção e te inspire a ser um participante do discipulado do reino.

Pr Du.

Liderança nesw letter Fev 14